Florestal

Dia Nacional das RPPNs: o papel da Irani pela preservação ambiental

Hoje, 31 de janeiro, é comemorado o Dia Nacional das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs). A importância das Reservas está na proteção da biodiversidade e também na conscientização ambiental. Um exemplo é a RPPN Estadual Prof. Yara C. Nicoletti, que hoje é propriedade da Irani.

Reconhecida em 24 de abril de 2018, esta reserva está localizada no município de Vargem Bonita, em Santa Catarina. Sua função é proteger 285 hectares de Mata Atlântica (Floresta Ombrófila Mista), onde vivem diversas espécies com status de ameaça.

A RPPNE Prof. Yara C. Nicoletti teve seu processo iniciado em 2012, baseado na preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade. Além disso, a grande área verde é considerada de alto valor de conservação e está muito próxima da unidade fabril de Campina da Alegria.

Nesta área, as ações de proteção do bioma têm sido eficazes, muito pelo sucesso reprodutivo dos animais silvestres e também a criação de corredores ecológicos, facilitando o fluxo de animais entre a RPPN e outras áreas ecológicas.

Além da preservação da biodiversidade, a RPPNE tem como papel promover a Educação Ambiental e a pesquisa científica. Seu nome, homenagem à Professora Yara C. Nicoletti, traduz esse compromisso. Ela foi pioneira no desenvolvimento educacional e socioambiental na região. A RPPNE pretende ser uma sala de aula, possibilitando atividades ao ar livre e interação com o ambiente natural para estudantes e pesquisadores.

SOBRE AS RPPNS

As Reservas Particulares de Patrimônio Natural são áreas mantidas por particulares interessados na conservação ambiental. Embora o direito de propriedade se mantenha, depois que a área se torna uma RPPN, com a certificação emitida por órgão ambiental competente, o status de área protegida privada é permanente.

A Reserva Particular do Patrimônio Natural Estadual Professora Yara C. Nicoletti, da Irani, foi reconhecida pela Portaria nº 83/2018, do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina – IMA, publicada no dia 24 de abril de 2018.